6 de jul de 2014

Soneto da saudade

Quando a tua mão macia
Me tocar a face
E em face desse toque
Eu me definir por inteiro,
Trarei o teu corpo perto do meu
E num enlace Farei...
Farei parar, esse tempo tão passageiro.

Buscando em mim a saudade
Que me traz o mundo,
Deixo pender o meu alento em teu regaço
Momento puro, único, cálido e profundo,

Delineando toda a vida num abraço.
Quando em fim, em teu ouvido
Eu disser bem baixinho,
Que sem os teus olhos me desfaço.

Sem os teus olhos
Nenhum sentido ou coisa alguma faz,
Que te quero a vida toda...
Assim, tu saberás.

E mesmo agora,
Com meus pensamentos e sozinho,
Sentindo em mim a alegria
Que a tua imagem traz,
Toda tristeza que havia, fica esquecida,
Fica perdida.

Ah! Quanta falta você me faz.

3 comentários:

Sol Pelegrino disse...

Simplesmente lindo... Amei!!!!

SiL.. disse...

Tão linda e significativa. ..me emocionei como sempre....

Anônimo disse...

Lindo......amei!!