20 de dez de 2014

Olhos enbriagados

Se algum dia retornar aos caminhos que passastes, lembre-se Sou aquele que segue seus passos.

Se pensar no amor e achar que esta sozinha,
Sou aquele que nunca te esquece.

Se sua tristeza e não têm ninguém para amar
Procure-me, tu és a paixão da minha vida.
E eu, tenho uma vida inteira para te dar.

Se achares que não ha mais razão para sonhar
Venha, que tenho o peito quente pra te abraçar.

Tenho o beijo para teus lábios apaixonados
E o sussurro perfeito para seus ouvidos, e...
Uma doce música para teu corpo tão desejado.

Toma-me por tuas lembranças,
Tire-me a solidão do passado
Faça-me um prisioneiro, dos teus olhos
Embriagados...

6 de jul de 2014

Soneto da saudade

Quando a tua mão macia
Me tocar a face
E em face desse toque
Eu me definir por inteiro,
Trarei o teu corpo perto do meu
E num enlace Farei...
Farei parar, esse tempo tão passageiro.

Buscando em mim a saudade
Que me traz o mundo,
Deixo pender o meu alento em teu regaço
Momento puro, único, cálido e profundo,

Delineando toda a vida num abraço.
Quando em fim, em teu ouvido
Eu disser bem baixinho,
Que sem os teus olhos me desfaço.

Sem os teus olhos
Nenhum sentido ou coisa alguma faz,
Que te quero a vida toda...
Assim, tu saberás.

E mesmo agora,
Com meus pensamentos e sozinho,
Sentindo em mim a alegria
Que a tua imagem traz,
Toda tristeza que havia, fica esquecida,
Fica perdida.

Ah! Quanta falta você me faz.

30 de mai de 2014

Confissão


Quero cada uma das palavras que nunca me disseste…
Os sorrisos fugazes que delineaste, sem os entregares…


Quero o mel da tua boca, o néctar dos teus lábios...
Um beijo prateado, cheio de estrelas e sonhos…


Quero adormecer na loucura dos teus olhos...
Navegar no teu corpo dourado, e perder-me...

Quero escutar a tua voz na escuridão do silêncio...
Abrir as portas do teu coração, e explorar-te o amor…

Quero descobrir os códigos secretos da tua alma...
Beber do teu corpo e partilhar o mesmo cálice que
Umedece-te a boca... 

 
Quero partilhar a mesma cama e a mesma vida...
Com o mesmo desejo ensurdecedor…

Quero gritar-te ao ouvido a palavra “amo-te”...
Tatuar no teu corpo a textura da minha alma…

Quero oferecer-te todas as pedras preciosas do mundo...
Tornar-te rainha e aos teus pés prostrar 

Todo o meu imenso amor...

14 de abr de 2014

Como tinta

Tu és a obra-prima do amor 
Como o pincel e a tela 
Se encontrando 
No exato momento 
Da inspiração do pintor. 

Nossa paixão é como a tinta 
Que transmuta a paisagem 
E cobre de cores a vida 
Trazendo pra nós a aragem. 

E nesse quadro pintado com paixão 
Somos o encontro perfeito 
Do poeta com o pintor 
Pertencemos um ao outro 
Tal como a obra ao seu autor.

12 de abr de 2014

Ousadia

Escreve palavras anônimas 
No céu da minha boca. 
Penetra nas minhas entranhas
Diz-me que sou teu e que
Te faço louca. 

Desenha arco-íris 
Nas folhas em branco do meu dia. 
E com teu sorriso um oásis 
Que devolve a minha alegria 

Tocas-me de leve 
Desfolha toda a minha timidez 
Sussurra palavras insanas 
Que me levem à total mudez.

Apresenta-me à ousadia 
Desfaz toda a minha armadura 
Faz desse amor poesia 
Grava em livros 
Toda a nossa loucura.

Dá-me tua mão

Dá-me tua mão
e vem
que eu esperei a vida toda
para guiar-te pelo meu coração
rumo às maravilhas
dos meus infinitos
particulares.


Dá-me a tua mão
e sorria
que eu afago teus cabelos
que desfiam na face
em face da paixão
que me sustenta.

Dá-me a tua mão
e me olhe
bem dentro dos olhos
afagando o meu amor
tão nítido quanto
o brilho do teu olhar.

Dá-me a tua mão
e beije-me
esquecendo do mundo lá fora
que outrora foi ingrato
tão insensato que
lhe tirou o sono.

Dá-me tua mão
e fique
dentro do meu peito mesmo
sem ter jeito
ensina-me a te dar,
todo o amor que me tens.
Marcos Mochi
Abril/2014

22 de mar de 2014

Esta Noite


Onde estiveres, eu estou
Onde tu fores, eu vou
Se tu quiseres assim
Meu corpo é o teu mundo
E um beijo um segundo
És parte de mim

Para onde olhares, eu corro
Se me faltares, eu morro
Quando vieres, distante
Solto as amarras
E tocam guitarras
Por ti, como dantes

Agarra-me esta noite
Sente o tempo que eu perdi
Agarra-me esta noite
Que amanhã não estou aqui.
Agarra-me esta noite
Sente o tempo que eu perdi
Agarra-me esta noite
Que amanhã não estou aqui.

10 de fev de 2014

Estava escrito

O destino te trouxe à mim
Como o mar traz a concha do mar
Como a onda invade a praia
Você invadiu o meu pensar.

Não há mais o que fazer
Estava escrito você me encontrar
Eu te amava antes de nascer
E mesmo depois de morrer 

Ainda assim vou te amar.

Tu és vida em meu coração
Infinita paz que faz sorrir
Me faz ser música e tom
Faz a nossa canção existir.

Uma nota em melodia
Tocada no peito em Si bemol
A nota mais perfeita em harmonia
A mais linda clave de Sol

Se tudo era pra ser assim
Se tudo sempre é igual
Não acredito nessa história de fim
Pra sempre é pra sempre, e ponto final
.

28 de dez de 2013

Teu amor me cuidará

Quando eu me perder 
na escuridão do teu olhar
e no meio da multidão
eu começar a te procurar...

Não se preocupe comigo,
a luz dos teus olhos
me guiarão pela noite
ao caminhar pela calçada...


O amor do teu coração
irá me acompanhar pelos dias
de saudades intermináveis
e cuidará dos meus pensamentos... 


O amor que me sentes
duplicará minha existencia
e eu tão somente dormirei
no calor do teu colo,
assim a vida me cuidará
quando minhas lágrimas
te tocar...

Teu amor ousou me encantar
e o Sol que ontem quase se apagou,
hoje voltou a brilhar.
Minha alma tão triste
pelo teu amor,
ousou se apaixonar...

25 de jul de 2013

Te tomo por rosas

Solta-se da rosa a pétala sedosa ainda, 
e perfumada dos aromas 
que partilhara naquele botão.

Tão macia que era e tão suave em seu cair, 
ato-te ao ar num olhar de suspensão.

Eternizo-te na memória de existir 
de cada vez que passo junto 
ao vaso em que caíste...

Sinto-te a fragrância 
Toco-te a macieza perene.

Naquele gesto mágico e furtivo 
De te ter em recordação 
de te guardar onde persistes.

Hoje, paro e não resisto em tocar 
O botão maquinal deste relógio que atraso.

Cem séculos, a mil anos de demora 
(Tanto tempo a suceder….) 

Prendo-te nas nervuras deste poema 

Perpetuo-te na memória de escrever...

22 de fev de 2013

Ah! Se fossem meus olhos!

Ah! Se fossem meus olhos!

Os teus olhos,
Que sem ter mãos me tocam
E sem ter lábios me suscitam beijos,
 E lambeijos de paixão...

 Esses olhos que me furtam o fôlego
Que dão medo n' alma,
 E embora sem calma
 Estremecem-me o coração
 Sem dó,
Um coração tão só...

Ah! Se pudesse eu,
Tocá-los com as pontas dos dedos!
E dizer-lhes que os quero meus,
Tão meus,
Esses olhos que me deixam ateu
Que me fazem teu,
Esses olhos que me dão adeus...

Ah! se pudesse eu,
Ser o dono deles
Se tivesse forças
De falar com Deus
Tornar-se real
Os sonhos meus,
Pediria a ele
Que tu fosses minha,
Tão somente minha...

Oh meu Deus!
Torne-me agora,
Um escravo
Desses olhos teus.

20 de jan de 2013

Ainda assim...

Ainda que não haja nada em mim 
Que não seja teu e nem meu,
Que não seja nada... 

Ainda assim...
Estás em mim
Como estou em você.

Ainda que longe esteja,
De saudade faz-me chorar,
E de tristeza faz-me murmurar.

Ainda assim...
Meu amor te espera,
Por uma vida inteira.

Ainda que só reste as lembranças
E estas me façam sofrer,
E de sofrer eu não durmo.

Ainda assim...
Te sinto no peito,
Me afagando o coração. 

Ainda que não façamos amor
Nem mesmo nos amassamos
Naquela parede.

Ainda assim...
É no sabor do teu corpo
Que minha boca vai provar.

Ainda que for pecado te amar,
Te possuir e te
Sugar a boca.

Ainda assim...
Pereço no inferno mas,
Este pecado cometerei.

Ainda que seja hora do adeus
E lagrimas me consumam
só de pensar na saudade.

Ainda assim...
Quero tudo novamente
E mil vezes seguidamente.

Ainda que me falte tua boca
Que me falte o teu hálito,
de mulher sensual.

Ainda assim...
Ao deitar, sinto teu beijo doce,
Tão perfeito quanto a luz do luar. 

Ainda que demore,
Nem que meu peito chore
E minha alma tome um porre...

Ainda assim...
Eu te espero,
Te desejo e te quero
Para sempre, sempre...

15 de dez de 2012

Soneto do coração

Quero ser o teu amor amigo. 
Nem demais e nem de menos,
Nem tão longe e nem tão perto
Na medida mais precisa que eu puder.

Mas amar-te sem medida e ficar na tua vida,
Da maneira mais discreta que eu souber.

Sem tirar-te a liberdade, sem jamais te sufocar
Sem forçar tua vontade
Sem falar, quando for hora de calar
E sem calar, quando for hora de falar.

Nem ausente, nem presente por demais.
Simplesmente, calmamente, ser-te paz.

É bonito ser amor amigo,
Mas confesso é tão difícil aprender!
E por isso eu te suplico paciência
E... posso amá-la até morrer.

26 de jun de 2012

Retratos

Tens a beleza perfeita 
e a suavidade da flor
O carinho da mão amiga, 

o corpo cheio de amor.

Tens a boca mais linda, 

lábios que me levam pro céu
O beijo mais gostoso 

e a saliva com gosto de mel.

Tens o olhar devastador, 

um jeito fácil de encantar
Um poder que seduz a alma, 

uma calma que faz sonhar.

Tens o cheiro do amor 

e o hálito da sedução
Tens a mágica no beijo 

e o desejo no coração.

Tens o sorriso da vida, 

a poesia no jeito de falar
O enigma do amor eterno, 

tão terno quanto me faz amar.

19 de jun de 2012

Composição

Tu és o desenho do meu amor
Estampado na face do coração,
Exemplo de beleza perfeita
Criada com sublime exatidão.

Tu és meu melhor poema
Minha mais doce composição,
Exemplo vivo do amor perfeito
Minha melhor declaração...

Este amor eu te ofereço
Com ternura e emoção,
A ti eu juro amor eterno
Doce vida do meu coração...

Eternamente eu te amarei
Símbolo da minha louca...
Louca e desvairada Paixão...

18 de jun de 2012

NO LIMITE


Que todos os sonhos que tive
Possam me guiar pela vida
E que todas as chuvas de amor
Possam nos molhar pelo caminho.

Que todos os beijos dados
Possam nos alimentar a alma
E que o corpo não padeça
Sobre a saudade da pele.

Que todos os olhares trocados
Possam nos reviver da saudade
E que o tempo passe depressa
Com pressa à envelhecer.

Que o amor que de ti carrego
Possa ser uma constante espera
E que a dor que trago
Não ultrapasse o limite da vida.

Que as lagrimas perdidas
Possam lavar a  rosto beijado
E que o infinito desejado
Devolva-me a vontade de viver.

21 de mai de 2012

POR TODA A VIDA

Quero um afago dos teus olhos
E neles dormir,
Sentir o doce sabor da tua boca
E nela me esvair...

Quero o aconchego dos teus cabelos
E neles me perder,
Umedecer o teu corpo nu
E nele me enlouquecer...

Quero um abraço dos teus braços
E apertado me envolver,
Sentir o toque das tuas mãos
E por estas mãos adormecer...

Quero ser teu homem amante
E só pra você me entregar,
Ser a alma que te completa
Que por toda a vida vai te amar...

30 de abr de 2012

FELIZ ANIVERSÁRIO MEU AMOR


Que mais posso querer
Se tenho a ti para olhar,
Para me espelhar.

Que mais posso querer se
Aprendi a te amar
Na distância e
Na saudade, verdade.

Que mais posso querer
Se aprendi a dividir,
Mesmo sem querer,
Mas só por amor,
E por amor posso morrer.

Que mais posso querer
Se a presença dos teus lábios
Ainda me molha e me
Conquista todo dia.

Que mais posso querer
Se sem ti não sei viver,
Todos os dias e dias
sem teu calor.

Feliz aniversário meu eterno
E inesquecível amor.

17 de abr de 2012

TE AMAR MELHOR

Eu nasci para te amar e te amo tanto ainda
vivi a tua vida como minha só para te amar
melhor... te escutar, te acariciar...

Eu nasci para te amar, e amar em sonho
em que a todo instante suponho te encantar
melhor, te envolver, te seduzir...

Eu nasci para te amar e te embelezar em
meus pensamentos de calor e te tomar
melhor... te olhar, te necessitar...

Eu nasci para te amar, num silêncio doce
tão doce como a tua pele e te possuir
melhor... te querer, e querer,
para sempre...

Eu nasci para te amar nas cores
do meu coração, e te tomar por vida
melhor, te beijar, e ficar...
e, nunca mais sair...

23 de jan de 2012

EU, TU E MAIS NINGUÉM

Na cama...
Eu tu e mais ninguém....
O medo vai-se embora
E numa cama que não nos pertence,
Despidos para nos amar-mos mais
Com os olhos e o coração no prazer
Que faz parte de nós.

Dizer-se, amo-te no intervalo de um respiro,
No beijo durante uma musica inteira,
Olhar para o chão e ver como dormem as nossas roupas
Beber água na tua boca...
Para sentir-se mais unidos
E depois morrer.

Depois morrer quando no amassamos na parede,
Depois morrer quando acabamos de fazer amor,
Depois morrer quando te vestes devagar,
Depois morrer quando te olhas ao espelho e...
És mais bonita.

Depois morrer quando me dás o ultimo beijo,
Depois morrer quando me foges das mãos,
Depois morrer quando se preocupa com a hora,
Depois morrer quando me dizes: vou-me embora.
E eu que te quero ainda.

Sim, quero-te ainda...
Quando estás no olhando no relógio e me dizes....
Tenho que ir...
E eu fico sozinho neste quarto de Hotel,
Com o cheiro do teu perfume em meu corpo,
Acariciando a cama,
Os lençóis que estão frios
Como este amor sem ti e…

E penso à noite quando estás com ele,
Quando ele te acaricia e tu não podes falar.
Farás amor sim, farás amor com ele
Mas de certeza que pensas em mim.

em mim. Pois somente eu...
Sei te amar e te desejar como se
Deseja a vida...